Bem Resolvida

Cuidados com a beleza na gravidez: dicas para a pele, cabelo e unhas

Existe uma lista de cuidados recomendados durante uma gravidez que, corretamente observada, pode fazer toda a diferença para o transcurso saudável e sem complicações de uma fase tão cheia de singularidades.

Nesse período, uma enxurrada de hormônios como o estrogênio, progesterona, HCG, entre vários outros, é capaz de produzir alterações significativas nos aspectos físicos e emocionais de uma mulher, a ponto de transformar completamente o seu humor e causar alterações sensíveis na sua pele, cabelo, unhas, entre outras partes do seu corpo.

O intestino passa a não funcionar mais como antes, náuseas e enjoos surgem como companhias indesejadas e constantes, varizes e estrias tornam-se um desafio para as que não abrem mão da vaidade, entre outras alterações que precisam ser observadas com cuidado, a fim de que as futuras mamães possam manter uma rotina o mais próxima possível da normalidade.

E é justamente esse o objetivo desse artigo: fazer uma lista com alguns dos principais cuidados com a beleza durante a sua gravidez. Cuidados que, apesar de meramente estéticos, podem contribuir sobremaneira para a manutenção da sua saúde durante uma fase tão delicada. Vamos lá!

Veja também:

Dicas de beleza: 40 truques simples que você não sabia para ajudar na rotina!

1. Cabelo

Curiosamente, a enxurrada de hormônios que surge durante essa fase acaba contribuindo para a saúde dos cabelos das mulheres grávidas. Logo, o recomendado, durante essa fase, é dar um tempo nas pinturas, relaxamentos e alisamentos.

Isso porque algumas substâncias contidas nesses produtos, como o peróxido de hidrogênio, chumbo, formol, amônia, entre diversas outras, podem penetrar na corrente sanguínea e causar algum nível de dano ao feto durante o seu desenvolvimento.

Mas, após o 3º mês de gravidez, alguns procedimentos costumam ser liberados, como as luzes, escovas e permanentes. Mas essas intervenções ficam mesmo por aí! O recomendado para os cabelos é a sua manutenção por meio de shampoos neutros e suaves, hipoalergênicos, hidratações, entre outras operações menos agressivas.

Veja também: Babosa no cabelo: saiba os benefícios e como usar passo a passo

2.Varizes e inchaço das pernas

Outros cuidados importantes durante uma gravidez dizem respeito à prevenção de varizes e inchaços nas pernas, muito em função da acentuada retenção de líquidos durante essa fase.

Pernas e pés costumam ser alvos fáceis do excesso de hormônios, que atuam dilatando vasos, veias e as correntes linfáticas.

Aqui, a solução para ao menos minimizar essas ocorrências é evitar permanecer durante horas sentada ou em pé. E, ainda, se possível, aderir à prática de alguns exercícios físicos, que são bastante recomendados durante a gestação.

Recomenda-se, também, utilizar almofadas e travesseiros que mantenham as suas pernas levantadas por pelo menos 10 minutos durante o dia, além de hidroginásticas, pilates, acupuntura, drenagem linfática; ou até mesmo o auxílio de um cirurgião vascular, caso perceba o surgimento de edemas que não retrocedem.

3. Rosto

Durante uma gravidez, costuma-se dizer que “menos é mais”. Isso porque maquiagens, cremes, antirrugas, entre outros produtos que costumam ser produzidos à base de ácido retinoico, ácido nítrico, ácido salicílico, entre outros, durante essa fase, costumam fazer mais mal do que bem à saúde da pele.

Portanto, a dica aqui são os cremes e sabonetes neutros, próprios para o tipo de pele de cada gestante e ricos em vitamina C; isso sem contar os protetores e filtros solares, que são imprescindíveis, já que a combinação hormônios x sol faz com que as manchas no rosto sejam também companhias indesejadas.

Os dermatologistas recomendam que os tratamentos de peeling, cirurgias plásticas, limpeza facial, entre outros procedimentos semelhantes, sejam esquecidos, e que os cuidados com a pele resumam-se àqueles específicos para mulheres grávidas.

Veja também:

4. Corpo

Aqui, os hidratantes tornam-se os grandes parceiros das mulheres durante esse período. São eles que ajudam a minimizar o incômodo da estrias, especialmente aqueles à base de pantenol, silicone, glicerina, polipeptídeos, ceramidas, entre outros.

Estes componentes, além de hidratar, mantêm a elasticidade da pele, ao contrário de formulações à base de chumbo, ureia, toxina botulínica, entre outras, que, absorvidas, podem produzir sérios danos ao feto durante o seu desenvolvimento.

E nem pensar em tratamentos à base de raios laser, pulsações de luz, preenchimento facial, entre outros procedimentos que podem ser responsáveis, inclusive, por alterações no material genético dos fetos logo nas suas primeiras semanas de vida.

5. Seios

Os cuidados com os seios durante essa fase utilizam-se das mesmas ferramentas citadas acima para os cuidados com o corpo. Com a diferença de que os mamilos deverão passar por alguns procedimentos naturais, como forma de mantê-los saudáveis durante a amamentação.

Isso é conseguido por meio de uma exposição ao sol entre 10 e 15 minutos (antes das 10h e após as 16h), como forma de mantê-los resistentes, fortes e sem aqueles frisos ou rachaduras.

Mas é importante, aqui, chamar a atenção para o fato de que os hidrantes nesse caso são dispensáveis, pois os raios do sol e uma boa alimentação podem ser suficientes para mantê-los saudáveis.

6. Unhas

Os chamados produtos “hipoalergênicos” são aqueles produzidos com materiais que são conhecidos por dificilmente causarem alergias.

Por isso mesmo, durante uma gravidez, eles tornam-se itens quase obrigatórios; e no caso das unhas são os esmaltes que deverão ser adquiridos com essas características.

Mas também cabe aqui chamar a atenção para o fato de que é bastante comum que durante a gravidez as unhas apresentem-se mais frágeis, ou, ao contrário, mais rígidas. Esse é o resultado natural da produção maciça de hormônios durante a gravidez, que costuma arrefecer com o passar dos meses.

Atenção redobrada, também, para o uso de materiais como alicates, lixas e demais ferramentas de manicure. Estes deverão ser de uso particular, a fim de evitar os riscos de infecções por materiais não esterilizados.

7. Livrando-se das estrias

Por fim, um outro cuidado que a mulher deve ter com a sua beleza durante a gravidez diz respeito às terríveis, desconcertantes e famigeradas estrias.

Elas são presenças quase obrigatórias durante esse período, muito em função da necessidade de um estiramento da pele em todas as grávidas.

Nesse caso, os produtos à base de colágeno, hidrantes naturais, entre outras composições semelhantes, é que são capazes de evitar a ruptura das fibras colágenas da pele, garantindo que essas terríveis marcas não apareçam por conta da agressão.

Produtos à base de manteiga de karité, lactato de amônio, ceramidas, óleo de sementes de uvas, entre outros, são os mais recomendados. Bem como as composições que levam vitamina C, ácido glicólico, ácido hialurônico, entre outras que garantam uma boa resistência da pele durante essa fase.

Caso queira, deixe a sua opinião sobre esse artigo! Assim, podemos aprimorar, ainda mais, os nossos conteúdos.

Até a próxima!

Deixe seu comentário!