Bem Resolvida

Unalome Tattoo: significado e modelos para apostar!

O hábito do homem ocidental de reproduzir símbolos e significados orientais já tornou-se quase uma tradição por aqui.

E a tatuagem Unalome (ou Unalome Tattoo) é exatamente isso: um símbolo tradicional budista que deve ser estrategicamente posicionado nas extremidades de uma tatuagem Sak Yant – as tatuagens sagradas do budismo.

Não são poucas as tentativas de explicar a intenção dessa prática, mas o comumente aceito é que o objetivo seria o de representar a “ Iluminação” – a “iluminação budista” ou o “Nirvana”  – conquistada pelo mestre Sidarta Gautama na distante Índia do séc. VI a.C.

De acordo com a tradição budista, após vencer as estratégias de dominação do Caos, que envolvem os desejos, sonhos, aspirações, perdas, ganhos, entre outras ocorrências mundanas, é possível atingir o tão sonhado “Nirvana” ou a elevação espiritual.

E, obviamente, que significados tão profundos não demorariam a ser adaptados pelo homem ocidental!

Veja também:

Tatuagem Catrina: significado + dicas para fazer a sua

Agora, tais símbolos podem ser usados como uma representação concreta do amadurecimento frente à situações simples e concretas da vida cotidiano de qualquer indivíduo.

O avanço profissional, o surgimento de filhos, o ingresso numa faculdade (e a sua conclusão), o fim de um relacionamento, o começo de outro. Enfim, cada processo que de alguma forma represente amadurecimento e crescimento agora podem ser simbolizados na forma de uma simples tatuagem budista.

Enquanto, para outros, tatuar o corpo dessa forma poderia ainda ser uma forma de estimular esse amadurecimento; como se, de alguma maneira, a sua presença em alguma parte do corpo funcionasse como uma “gatilho” para novas construções.

Veja também:

Tatuagem inflamada: causas e tratamentos

Significado e características da Unalome Tattoo

A tatuagem Unalome é um traçado contínuo, que deve partir da região interna de um desenho espiralado (o Sak Yant), como forma de identificar um processo de transição do Caos (favorecido pela ignorância) para o Nirvana.

No conjunto da tatuagem também deverá surgir um grupo de círculos em espiral, e cada volta desse círculo irá representar determinadas fases da vida, como, por exemplo, o fim de um relacionamento, uma promoção, perda de um filho, separação, casamento, entre outras fases da vida que lhe ofereçam lições para o seu amadurecimento.

Uma tatuagem (ou Unalome Tattoo) também deverá seguir em uma espécie de oscilação nos seus traçados. E, neste caso, o que temos é a representação das oscilações da vida, mais facilmente identificadas nos seus erros, acertos, equívocos, falhas, traumas, além de várias outras turbulências típicas da condição humana.

Da mesma forma que o circulo espiralado, essa espécie de oscilação dos traçados também representa o amadurecimento imposto pela dor; o que caracteriza bem a importância das adversidades para o crescimento de um indivíduo.

Ao final da tatuagem, o traçado torna-se regular e constante, sem oscilações, o que representa a chegada ao Nirvana ou à Iluminação.

Quando os sentidos já não mais o perturbam, os tumultos e oscilações da vida tornam-se eventos de pouca importância e agora você já pode ser considerado um ser maduro e pronto para encarar a vida de forma lúcida e serena.

Veja também:

Saiba tudo sobre o curioso processo de criação das tatuagens maori

Customização e popularidade da Unalome Tattoo

Imagine a cena. De repente você está a passeio em meio às paisagens exóticas e extravagantes do Camboja. Visitando templos e ambientes sagrados da Tailândia.

Decidiu conhecer um pouco das tradições culturais do Vietnã, Laos ou de Myanmar, e eis que um velho monge budista decide convidá-lo (a) a entrar no seu pequeno templo para receber um símbolo sagrado budista na forma de uma tatuagem em seu corpo.

Pois bem, esse é o tipo de experiência pela qual um turista poderá passar atualmente em diversos países asiáticos, especialmente na região sudeste, devido à sua forte tradição budista.

É claro que tal costume não demoraria a espalhar-se pelo ocidente afora; só que, obviamente, sem a originalidade de realizar o procedimento in loco, em um típico país asiático, como manda o costume.

Essa é a Sak Yant, que por aqui tornou-se simplesmente a Unalome tattoo; uma técnica que pode ser aplicada em diversas partes do corpo, em especial nas costas, mas também nos braços, atrás do pescoço, pulsos, tórax, entre outras regiões não menos originais.

O símbolo utilizado em tatuagens Sak Yant caiu nas graças de personalidades e celebridades do mundo da moda, do universo cinematográfico, do futebol, ou onde quer que celebridades sejam criadas do dia para a noite.

E pelo que podemos perceber, a tradição de exclusividade da Sak Yant – que supostamente só poderia ser aplicada em países asiáticos e dentro de um padrão também supostamente exclusivo – agora é coisa definitivamente do passado.

Veja também:

Tatuagem rosa dos ventos: significado, modelos e curiosidades

Os mais diversos modelos

O que se vê atualmente são inúmeras variações das tatuagens Unalome pelo mundo afora, com os mais diversos tipos de contornos, círculos e oscilações.

Variações onde uma flor de Lótus é adaptada. Outras em que misturam-se registros de tradições budistas e de outras correntes religiosas da Ásia.

Na verdade começam a surgir verdadeiros “mestres” em Unalome Tattoo, que acabam utilizando algumas técnicas como a do pontilhismo e das aquarelas para produzir belíssimas representações do deus Ganesha, ou mesmo do venerado Krishnamurti.

O tradicional símbolo do elefante, conhecido por simbolizar a força mental, associa-se à Roda do Dharma. O “Nó Infinito”, símbolo do conhecimento sem fim, agora pode ser facilmente associado à Bandeira da Vitória.

E a todos esses símbolos costumam juntar-se agora as singulares oscilações da tatuagem Unalome, para conferir ainda mais originalidade às não menos originais figuras do Sak Yant na cultural oriental.

Só que os mais fiéis são categóricos ao afirmar que o Sak Yant é, sim, uma representação simbólica, tradicional e representante da mais cara tradição budista.

Uma representação capaz de conferir poderes, produzir maldições e transformar completamente a vida de quem quer que ouse utilizar tal símbolo de forma mundana e pouco respeitosa.

Como se vê, um verdadeiro desafio para os que ousam macular esse sagrado símbolo de espiritualidade budista, que agora configura-se como uma das representações mais originais da “indústria do design corporal”.

Veja também:

Tatuagem de bússola: veja dicas de estilos para fazer!

Gostou desse artigo? Tem algo que queira acrescentar? Deixe a resposta na forma de um comentário, logo abaixo.

E continue compartilhando, interagindo, questionando, sugerindo, discutindo e aproveitando-se dos nossos conteúdos.

Deixe seu comentário!