Bem Resolvida

Tatuagem Catrina: significado + dicas para fazer a sua

O tema envolvendo caveiras e personagens marcantes é bem popular. E todo bom apreciador de tatuagens fará aquela pesquisa antes de escolher a sua. 

Se você está pensando em qual caveira tatuar e resolveu escolher a famosa tatuagem catrina, saiba que seu significado vai além da relação com os mortos. 

Elemento importante da cultura mexicana, a caveira de catrina tem relação com manifestações sociais expressadas através da arte.  

Então continue conosco e vamos te mostrar um pouco da história desta personagem enigmática que é muito procurada em estúdios de tatuagem pelo mundo todo. 

Conheça a história de “La calavera de la Catrina”

Basicamente sua origem está associada a tradicional festa mexicana denominada “O dia dos mortos”. Este evento transforma o dia de “finados” em um dia de reviver os momentos bons com os entes queridos que faleceram.

Apesar da decoração semelhante ao “Halloween” americano, o dia dos mortos celebra a vida e une as famílias, tornando a experiência de “comemorar a morte”, bem diferente do que muitos imaginam. 

O personagem Catrina é uma caveira de uma moça bonita e elegante, que sempre usa um chapéu, para mostrar que pertence a classe alta da sociedade. 

Criada pelo artista mexicano José Guadalupe Posada, que viveu entre os anos de 1852 e 1913. 

Tornou-se um personagem popular através do renomado pintor mexicano Diego Rivera.

Ao criar esta personagem, os artistas desejavam mostrar o retrato da sociedade na época. Portanto, ela expressa as alegrias e tristezas do povo diante da crise social que estavam enfrentando. 

O artista também critica alguns membros da sociedade chamado garbanceiros, pessoas de descendência indígena que sentem vergonha de suas origens e se denominam europeus.

E ainda aproveita para denunciar a grande desigualdade social presente na sociedade mexicana. 

O dia dos mortos

O dia 02 de novembro, conhecido por nós brasileiros como o nosso dia de finados é o “dia dos mortos” para os mexicanos. 

O que para nós é sinônimo de tristeza e saudade dos que já partiram. Para eles é uma festa. Isso mesmo, eles comemoram este dia como outra data especial. 

Trata-se de uma festa religiosa que busca valorizar as tradições folclóricas locais. Esta celebração interpreta a morte como o início de uma nova jornada.

Por isso, neste dia, as famílias decoram suas casas com caveiras mexicanas, flores, máscaras de personagens da tradição folclórica. 

La Catrina ou Calavera Garbancera tornou-se personagem popular nas celebrações do dia dos mortos, logo após ser representada em uma pintura mural do artista Diego Rivera. 

A obra intitulada “Sueño de un domingo por la tarde en la alameda” fez com que o público conhecesse outras versões de La Catrina. 

Qual o significado da tatuagem Catrina?

 

Por representar um personagem da arte e cultura mexicana, carrega em sua essência o significado da crença popular. 

Pode ser tatuada por quem deseja manifestar sentimentos de crítica social, por exemplo. Catrina é representada por uma mulher bonita que usa roupas e acessórios elegantes.

Sendo assim retrata a morte como o mistério e o destino de todos. Independente da classe social, da cor, da raça ou da religião, é certo que a morte será o fim de todos.

Em uma sociedade desigual, a imagem de Catrina pode ser uma maneira de manifestar contra estas desigualdades, afinal, a vida é breve. 

Representando a senhora da morte, ela pode simbolizar a renovação. A certeza de que há algo além desta vida terrena. 

Onde fazer uma tatuagem Catrina?

Catrina pode ser tatuada de corpo inteiro ou apenas o rosto. A tatuagem catrina mais popular é do rosto de mulher, com chapéu e traços de caveira ou elementos que representem a morte. 

A região do corpo mais adequada vai depender do tamanho que deseja tatuar. Geralmente para tatuar um rosto, é preciso espaço.

As partes do corpo mais indicadas para este tipo de tatuagem são:

  • Peito
  • Costas
  • Costela
  • Coxa
  • Braço
  • Perna

Além do folclore mexicano

A Catrina é conhecida no mundo todo e sua imagem e significado vai além do que o folclore mexicano nos apresenta. 

Para os povos antigos, a morte significa renascimento. É a única certeza da vida que a morte virá pra todos. Independente de raça, credo ou religião. 

As tatuagens catrina mais usadas não são como a tradicional do folclore mexicano. Apresentam muitas variações. Confira a seguir as principais:

Mulher bela e elegante

Geralmente é o rosto de uma mulher bela e elegante com marcas ou símbolos da morte. 

Algumas pessoas usam o rosto de mulher conhecida que já faleceu e fazem as adaptações necessárias. 

É uma forma de eternizar a pessoa, já que  personagem também representa a morte como renascimento. 

Geralmente ela não é uma caveira com ossos salientes. O que a define é a expressão e o olhar, que são bem marcantes. Ela nunca está sorrindo, sempre transmite um ar de mistério e seriedade. 

Outros acessórios

O tradicional acessório é o chapéu, que representava a elegância e a classe social mais elevada. 

No entanto, algumas pessoas acrescentam outros acessórios, como presilhas de cabelo com flores ou coroas. Coroas de cristais, flores ou de caveira são bem comuns, já que representa a “rainha da morte”. 

Enfim, qualquer elemento que represente a morte  ou deseje manifestar algum sentimento, é bem vindo. 

Mistério e espiritualidade

A morte é um grande mistério, religião e ciência tentam explicar o que há após a morte, mas não conseguem nada concreto. Se é o fim de tudo ou eternidade não sabemos. 

A expressão de catrina nas tatuagens também busca expressar o mistério da morte. 

O renascimento ou o fim, ela sempre representará deixará aquele espaço para o observador tirar suas próprias conclusões.

Colorida ou sombreada

Apesar de a morte ser sempre associada à escuridão, ao preto e ao luto. 

Uma tatuagem catrina poderá apresentar duas variações bem comuns de coloração: a colorida ou em preto e branco com efeito sombreado. 

Independente das cores, certos traços sempre estarão presentes, como a expressão séria, os olhos e boca bem marcados. E tudo dependerá da criatividade da pessoa e do tatuador. 

Escolhendo o estúdio certo

Uma tatuagem catrina é bem detalhada e possui marcas bem específicas. Seja a tradicional ou adaptada, ela precisa de um profissional qualificado para fazê-la. 

Sendo assim, além do modelo e significado, faça uma boa pesquisa para encontrar um estúdio de confiança com bons profissionais.

Uma tatuagem não é como uma roupa que podemos trocar se não gostamos. Portanto converse com colegas ou conhecidos e escolha o melhor lugar.

Deixe seu comentário!