Bem Resolvida

Baby hair: como pentear e estilizar esses fios?

Baby hair

Você não sabe o que é baby hair? Até já ouviu falar, e como manja de inglês já entendeu que é alguma coisa relacionada com bebês, mas não sabe bem o que é e por isso clicou aqui para descobrir do que se trata esse troço?

Bem, para iniciar a explicação se imagine de frente para o espelho.

Aí está você, toda bonitona, quer dizer, nem tanto… seu cabelo tá uma zona, acabou de acordar, arrumar isso aí milha filha!

Pronto.

Agora sim. Toda bonitona, rosto lavado, maquiado, cabelo penteado, mas… pera um pouquinho… o que é isso na sua testa? E nas laterais da cabeça?

São fios desalinhados? Pequenos fios desalinhados? Uns fios rebeldes que teimam em não seguir a maioria? Que danados!

Você pega o pente, passa em cima deles e nada. Continuam lutando para se manter de pé. Você molha sua mão, alguns cedem, mas outros se mantém firmes em zoar o seu penteado.

Argh! Que aflição! Está se atrasando para sair e falta tão pouco, uns míseros fios que não cedem de jeito nenhum. Só cortando para acabar com essa [email protected]#%¨@#.

Não! Calma.

Não precisa cortar. Não se desespere.

Aliás, esses fios são os baby hair. Dá um oizinho pra eles.

O baby hair

Traduzindo da gringa é “cabelo de bebê”, porque de fato se parece com cabelo de neném. Esses fios são os mais novos, com pouco comprimento, que não têm força para crescer e geralmente se localizam na testa e nas laterais da cabeça.

Para quem usa penteados com cabelo solto, talvez não perceba com muita frequência, mas para quem tenta penteados com cabelo amarrado, esses fiozinhos finos e curtos costumam dar o ar da graça e trabalho para ficarem na linha.

E o que fazer quando se deparar com baby hair? Desistir do cabelo preso e aderir ao solto mesmo?

Hennn…

Não é o ideal, principalmente se você tá a fim do cabelo preso.

Sério você vai se render por causa de uns fiozinhos na testa?

Corta essa vai.

Qual seria a solução? Cortar?

Também não. Esses fios são frágeis e se não forem bem tratados a tendência é apenas que piorem.

Sério que você vai arriscar a zoar o seu cabelo por causa de uns fiosinhos na lateral da cabeça?

Não seja louca, sua louca!

Não [email protected]$%¨#.

Bom, e o que fazer então?

O primeiro passo você já está fazendo que é ler esse texto sobre baby hair. A propósito, valeu pelo prestígio.

O segundo é ler, entender e seguir os nossos conselhos firmezas sobre o assunto.

Esse negócio de baby hair não é nenhuma novidade.

Pode parecer porque os gringos adoram inventar conceitos com nomes chamativos e brasileiro adora importar, mas esse papo é figurinha repetida em papel novo.

Baby hair nos anos 90

Sim, esse bagulho de baby hair surgiu nos anos de crise econômica, impeachment, presidente outsider de partido nanico, sim, os anos 1990…

Quer dizer, o nome bonitinho de baby hair surgiu nos anos 1990, porque esse cabelinho chato na testa existe desde que o mundo é mundo.

Mas o que importa pra gente aqui é o que o pessoal descolado da moda dessa época resolveu fazer com esses fios para não ter que precisar fazer medidas drásticas como cortar ou desistir de penteados.

Os fios baby hair passaram a ser incorporados nos penteados, receber um tratamento especial de finalização. Se tornou comum, por exemplo, usar esses fios como um cachinho bem definido.

Uma variante era fazer um “amassado” na frente da testa. No entanto, essas finalizações de baby hair eram restritos a penteados sofisticados, esses que são usados em casamento.

Baby hair

Baby hair na modernidade

Hoje, com ferramentas e produtos mais avançados é possível integrar baby hair tanto em penteados de gala, como nos casuais para se usar no dia a dia.

E não precisa de muita coisa não e nem levantar uma grana preta. Com produtos simples e seguindo alguns macetes dá para facilmente resolver a situação desses fios pentelhos que ficam complicando o seu penteado.

Veja como estilizar fios baby hair a seguir.

Estilizando

O objetivo da estilização dos fios baby hair é fazer com que eles se integrem ao arranjo e, claro, permaneçam junto com o time durante o jogo inteiro.

Existem três possibilidades de manipulação dos fios baby hair: deixá-los curtos, retinhos ou curvados.

Para bater essa meta você vai precisar umedecer os fios e moldá-los a sua conveniência. A dica que damos é arranjar um borrifador, um creme para pentear e de quebra uma escova de dente limpa.

Uma escova de dente?!

Fica fria, vai entender o porquê.

Ao umedecer os fios baby hair com o borrifador, o próximo passo é fazê-los secar, mas na direção que deseja. Vai precisar modelá-lo. O creme de pentear vai ser útil nesse momento.

Existem duas possibilidades: você tentar esconder os fios baby hair os direcionando no sentido do cabelo preso, ou jogá-los para a frente os moldando na testa.

Essa segunda opção, que tem sido bem usada, é modelar os fios de modo a seguir a linha da testa e ficar colado junto à pele, mas de forma bem natural.

Independente de sua escolha, a escova de dente vai ser útil, pois como esses fios são bem pequenos e finos, a escova dá maior precisão para alinhá-los a direção que deseja.

Dicas finais

Os fios baby hair estilizando podem auxiliar para gerar efeitos visuais interessantes que beneficiem o formato de seu rosto.

Se liga só: você tem um rosto redondinho, traquinas, um imã de apertos de bochecha? Projetar os fios baby hair para frente pode ser útil para atenuar essa impressão, principalmente se fizer uma franja, pois gera uma informação a mais para o cidadão prestar atenção e não se concentrar imediatamente e totalmente a sua cara de bolo fofo.

Agora se você tiver uma testa mais alongada, colar os baby hair acompanhando a linha da testa é interessante para dar impressão de que seu rosto é menor do que a realidade aponta.

Gostou deste conteúdo sobre baby hair? Então curta, compartilhe, avalie. Seu apoio e sua opinião são muito importantes para nós. Sério, na boa, seu likezinho, sua compartilhada marota faz toda a diferença pra nós. Se gostou, não custa nada vai? Valeu!

Deixe seu comentário!