Bem Resolvida

Tatuagem coçando: dicas e cuidados

Muitas pessoas que fazem o procedimento sentem a tatuagem coçando, mas será que isso é normal? Até que ponto? Neste artigo, você vai saber se esse é um efeito colateral de fazer tatuagem, se é algo ocasionado por conta do descuido no tratamento da tatuagem e o que se deve fazer nesses casos. Acompanhe!

 Os riscos de ter uma tatuagem

Fazer uma tatuagem pode ser prejudicial para pessoas que não sabem como cuidar dela, o que traz danos para a sua pele e pode trazer para outras áreas da saúde. A tatuagem é, também, uma ferida, portanto, merece o tratamento adequado para uma ferida, fazendo uso de pomada específica, utilizando o filme plástico e não se expondo ao sol.

Pelo fato de a tatuagem ser uma ferida, ela pode infeccionar ou trazer outros problemas para a pessoa. Por isso, até a cicatrização devem ser feitos todos os procedimentos corretamente.

Além do problema da infecção, é possível ter uma tatuagem coçando, com queloide ou ainda que não mantém a qualidade por muito tempo, perdendo rapidamente o brilho e as cores. Talvez uma tatuagem coçando não seja o maior problema. O risco é que o que ela pode causar, se a coceira for além da normal. Saiba abaixo como identificar. 

Tatuagem coçando é normal?

Veja também:

Tatuagens delicadas: confira dicas de estilos para apostar!

Se você fez uma tattoo e está com a tatuagem coçando, saiba que isso, até certo ponto, é absolutamente normal, visto que o ferimento ainda está no começo das fases da cicatrização. Abaixo, é possível conhecer essas três fases para saber se a tatuagem coçando no seu caso é normal ou não.

 1ª fase da cicatrização

Essa fase começa quando você faz a tatuagem e acaba de sair do estúdio. No momento em que você deixa o estúdio, provavelmente o tatuador terá antes colocado pomada no ferimento — é importante lembrar que é um ferimento — e filme plástico por cima. Esses itens são importantes para que bactérias não entrem no organismo.

Esse mesmo filme plástico deve ficar sobre a área marcada pela tatuagem por pelo menos 24 horas, sem tirar uma vez sequer. Não pode tirar também caso ver alguma secreção saindo pelas feridas; é importante lembrar que secreções nessa 1ª fase da cicatrização é algo absolutamente normal.

A área tatuada pode ficar vermelha e, em alguns casos, até mesmo inchada. Logo, as crostas sobre a tatuagem vão começar a surgir, e você não deve, em hipótese alguma, removê-las, pois podem influenciar no desenho final da tatuagem.

Nessa fase, a tatuagem precisará ser lavada com água filtrada e sabão neutro, além de trocar o filme plástico e aplicar pomada com alguma frequência específica (veja o nosso artigo sobre pomada para tatuagem).

O tempo para a cura do ferimento vai variar de pessoa para pessoa, não apenas sendo de acordo com quanto cuidado a pessoa colocou para a sua tatuagem. Outra coisa que conta muito é como funciona o seu organismo, e quanto a isso não é possível controlar. Mas a dica de cuidar da tatuagem ao máximo continua sendo válida.

Nesse período, você pode sentir sua tatuagem coçando, o que ainda assim pode ser uma reação normal. Apenas lembre-se de evitar passar aqueles produtos tidos como milagrosos que não têm quaisquer recomendações científicas. O ideal é continuar com a pomada e o plástico-filme.

 2ª fase da cicatrização

Na segunda fase da cicatrização, que começa a ocorrer logo após alguns dias de ter feito a tattoo, já pode haver coceira da tatuagem. É o momento que começa a aparecer as crostas, cascas de ferida, onde foi feita a tatuagem, e, como já dito anteriormente, nesse período o indicado é apenas lavar normalmente, sem arrancar as casquinhas.

Nesse período em que surgem essas cascas de ferida, é muito comum que você sinta a tatuagem coçando. Entretanto, mesmo assim não é motivo para se preocupar, tendo em vista que é uma coisa que ocorre normalmente e que não deve, se tratado de forma correta, trazer quaisquer problemas.

Para tratar os machucados de maneira correta, deve-se, sobretudo, não prejudicar o processo de cicatrização. Sendo assim, você não deve puxar a pele que se forma ou coçar as descamações. Há um tempo para esses problemas serem tratados sozinhos pelo seu organismo e, para ajudar, você pode usar uma pomada para tatuagem.

Você pode conversar com um médico dermatologista para saber quais pomadas utilizar para acelerar a cicatrização e hidratar a pele ao mesmo tempo. O uso mais comum de pomada para tattoo é a bepantol, que inclusive ajuda a diminuir a coceira na tatuagem.

Veja também:

Tatuagem de triângulo: veja dicas e modelos

 3ª fase da cicatrização

Passou dessa fase e percebeu que a coceira na tatuagem foi embora? Ou ela ainda continua? Em ambos os casos, a tatuagem coçando não é um problema, por assim dizer. O que vai configurar se é ou não um problema é outros problemas que eventualmente podem surgir, como febre acima de 38 graus e dores musculares.

É normal que a região da tatuagem apresente febre, mas não é normal que isso aconteça com o corpo inteiro. É a mesma coisa com as dores musculares; se você as sente na região da tatuagem, não é necessariamente um problema, mas, se elas se estendem para outras áreas do corpo, é preciso ir ao médico para saber o que anda acontecendo.

Além disso, é perigoso quando, além de coceira na tatuagem, o local apresenta secreção de pus. Em qualquer caso de secreção de pus, o corpo está indicando uma infecção, e isso tem que ser tratado rapidamente.

Outro sintoma que indica infecção são os gânglios linfáticos inchados. Para quem não sabe, eles estão presentes na virilha, axilas, pescoço e atrás do joelhos, e seu inchaço pode ser verificado com facilidade.

 Bem, o processo inteiro de escolha da tatuagem e os cuidados a serem feitos, para que o brilho e a cor permaneçam por muitos anos, e que você não fique com a tatuagem coçando podem ser um pouco desgastantes. Mas, se você julga que escolheu o desenho certo para o seu corpo, vale muito o esforço. Basta tomar cuidado e, depois, curtir.

Deixe seu comentário!