Bem Resolvida

Como fazer chuca: aprenda 4 formas fáceis passo a passo

Se você está iniciando no sexo anal, já deve ter ouvido falar da “chuca”, que também é conhecida entre os adeptos à prática sexual por enema, chuveirinho ou mangueirinha. Essa técnica nada mais é que uma limpeza anal e do reto, que faz toda a diferença na hora do sexo anal. Afinal, ninguém merece passar pelo constrangimento de eliminar restos de fezes no pênis do parceiro na hora “H”, concorda?

No entanto, a chuca deve ser feita de maneira correta para não causar lesões internas ou deixar o intestino viciado na técnica (quando você só consegue evacuar ao utilizar a técnica). Ainda, é preciso ter cuidado para que não haja liberação de resquícios fecais ou de água durante a penetração.

Até porque a ideia aqui é tornar o sexo anal mais limpo e livre de constrangimentos, para que você esteja focada no realmente interessa: prazer. Então, nada melhor que aprender como fazer chuca corretamente, para evitar “grilos” durante a transa e, também, danos à sua saúde. Por isso, confira nos próximos parágrafos 5 formas fáceis de como fazer chuca passo a passo!

Veja também:Sexo anal pela primeira vez: confira 11 dicas para não sentir dor!

1ª: Como fazer chuca no chuveirinho (mangueirinha)

Essa é a forma menos recomendada pelos médicos para fazer a técnica da chuca. Isso porque fica mais difícil controlar a pressão da água e a quantidade que sai da ducha higiênica, chamada popularmente de chuveirinho ou mangueirinha.

Se a pressão e quantidade da água forem muito altas, fazer chuca com o chuveirinho poderá causar lesões na região, inclusive no intestino. Portanto, fique atenta!

Para fazer a chuva a partir deste método, basta remover a biqueira do chuveirinho e deixar apenas a mangueira. Em seguida, o ideal é aplicar uma pequena quantidade de lubrificante no ânus, abrir as pernas, mantendo-se em posição fecal (isto, é sentada ou agachada, suspendendo um pouco as pernas) e introduzir a mangueirinha.

Para isso, basta colocar a ponta da mangueira na entrada do ânus e introduzi-la apenas um pouco, sem forçar muito, apenas para prevenir que a água não vaze. Muito cuidado nessa hora, pois não é necessário inserir a mangueirinha no reto.

Agora, outro cuidado é abrir o chuveiro bem pouco, para que não entre pelo ânus uma quantidade muito grande de água e nem com forte pressão. Neste momento, você deverá se sentir levemente “cheia”. Quando isso acontecer, feche a torneira do chuveiro. Retire o chuveirinho da região e deixe a água sair.

Você deverá repetir esse processo até perceber que a água saiu limpa. Três observações importantes para quem vai optar por essa forma de fazer chuca é: nunca ultrapassar o tempo de um minuto com o chuveirinho no ânus e a temperatura da água deve ser, de preferência, morna, que ajuda a relaxar a muscular. Evite também o uso de água com cloro, pois esta é extremamente prejudicial à flora intestinal.

2ª: Como fazer chuca com seringa auricular

Outra forma é fazer a chuca sem chuveirinho, usando apenas uma seringa auricular. Esse objeto pode ser encontrado em qualquer farmácia. Na hora de comprar, pode ser que a seringa venha com um líquido que pode ser utilizado na higienização anal. No entanto, se não vier, você pode adicionar uma quantidade de água na medida da seringa para fazer a chuca.

Para fazer a chuca com a seringa, basta ficar em posição fecal, aplicar uma pequena quantidade de lubrificante no ânus e, também, na ponta da seringa, e introduzir somente um pouco do acessório na região, injetando o líquido em seguida.

Após a aplicação do conteúdo da seringa auricular, você deverá se sentar no vaso sanitário para expelir os resíduos de fezes e finalizar o procedimento. Assim como no caso da chuca com o chuveirinho, você pode repetir o processo até sentir que a água saiu totalmente limpa.

3ª: Como fazer chuca com algodão

Uma das formas mais fáceis e práticas de fazer a chuca é usando o algodão ou um lenço umedecido. Esse método pode ser feito em qualquer lugar e a qualquer hora do dia.

Para fazer a chuca através dessa técnica, basta ficar em posição fecal, suspendendo bem as pernas, e inserir o algodão ou lenço umedecido no ânus, com a ajuda de um ou dois dedos, de maneira bem delicada, para não provocar lesões na região.

Com eles já introduzidos, agora o próximo passo é fazer leves movimentos circulares com os dedos para limpar bem o ânus. Em seguida, remova o algodão ou lenço. Uma dica para não se machucar ao fazer a chuca a partir deste método é estar com as unhas bem cortadas e limpas, o que é ideal também para evitar infecções.

Lembrando também que o algodão ou lenço umedecido deve ser molhado apenas com água e nunca com sabonetes, loções ou outros tipos de cosméticos. Até porque eles podem eliminar a flora natural da região ou provocar irritações na mucosa do reto.

4ª: Como fazer chuca com kit para enema

Existe um kit para enema que é vendido em farmácias que é próprio para fazer a chuca de maneira segura. Ele pode ser encontrado das mais variadas versões, sendo que todas têm o intuito de introduzir uma pequena quantidade de água pelo ânus e expeli-la em seguida.

Também é possível encontrar outros produtos específicos para fazer a chuca em sex shops. De um modo geral, costumam ser bombas de borracha mais simples de manusear, coletando uma determinada quantidade de água e despejando-a na cavidade anal, para depois expelirmos.

Neste sentido, qualquer um desses kits comprados em farmácias ou sex shops são mais indicados do que o método do chuveirinho, uma vez que permitem um maior controle da quantidade e pressão da água que será introduzida no ânus.

Com qual frequência posso fazer a chuca?

Em geral, a chuca deve ser feito sempre antes de todo sexo anal. No entanto, vale ressaltar que, se a frequência que você aposta nesta prática sexual, mais vezes terá que fazer a chuca e, portanto, poderá ter problemas intestinais.

Segundo os médicos, pessoas que fazem chuca muitas vezes acabam interferindo no bom funcionamento do intestino, deixando-o viciado em evacuar apenas quando se realiza a técnica, ou causando problemas como infecções, especialmente quando a água utilizada no procedimento contém cloro.

Portanto, siga todas as dicas que mostramos neste artigo passo a passo, a fim de evitar problemas futuros à sua saúde! Cuide-se!

E aí? Aprendeu direitinho como fazer chuca corretamente? Então, compartilhe esse artigo com as suas amigas nas redes sociais…

Até a próxima!

Deixe seu comentário!