Bem Resolvida

Depilação com pasta de dente: como fazer passo a passo e riscos

Ir até um salão de beleza ou clínica de estética, toda semana, para fazer a depilação feminina pode acabar exigindo muito tempo e dinheiro, o que nem toda mulher está disposta a gastar.

Afinal, cá entre nós, todas concordamos que manter as economias em dia está cada vez mais difícil, principalmente para quem tem filhos e uma casa para cuidar, além da falta de tempo, que é ainda mais precioso para quem tem uma rotina agitada.

Por isso, vários truques caseiros passaram a fazer parte da nossa vida, tornando-se soluções mais econômicas e, portanto, cruciais dentro dos rituais diários de beleza. Este é o caso da depilação com pasta de dente, que você vai conhecer melhor no artigo de hoje.

Essa forma de depilação caseira está super na moda e atrai cada mais adeptas, especialmente depois que várias blogueiras famosas ensinaram a receitinha, por não causar dor – nem na pele da área genital e nem no bolso.

Por isso, hoje, você vai aprender como fazer a depilação que usa creme dental para remover os pelos da região íntima, axilas, pernas e virilhas (e onde mais você desejar), se ela realmente funciona e quais são os riscos de se aventurar nessa prática. Vamos lá?

Veja também:

Pasta de dente no rosto: confira 4 truques infalíveis para a beleza da pele!

Como funciona a depilação com pasta de dente?

depilação com pasta de dente consiste em aplicar o creme dental na região íntima – e em outras partes do corpo de onde você deseja remover os pelos – para facilitar o deslize da navalha ou lâmina de barbear. Neste caso, o produto deverá substituir os produtos normalmente utilizados para esse fim, tais como pomadas ou sabonetes.

O método, totalmente caseiro e barato, não causa dores e, ainda, evita que você perca horas dentro do banheiro ou gaste todo o seu dinheiro com produtos caros, salão de beleza ou clínicas de estética. Quem já experimentou a novidade conta que é possível sentir um frescor nas regiões onde a pasta de dente foi aplicada e feita a depilação, graças às propriedades refrescantes do creme dental.

Além disso, muitas mulheres que apostaram na técnica relataram que sentiram a pele depilada mais macia e lisinha, livre de coceiras ou irritações, chegando a parecer que nunca nem tiveram pelos naquelas áreas.

Em contrapartida, outras também contaram que sentiram ardor na pele, além do início do que seria uma irritação, que poderia tapar os poros. Como você pode perceber, como qualquer outra coisa na vida, a depilação com pasta de dente oferece diferentes resultados, que podem variar de mulher para mulher.

E se você é uma vaidosa que gosta de se arriscar nas novidades, principalmente no que diz respeito à receitas caseiras, nos próximos parágrafos, nós vamos ensinar como fazer depilação com pasta de dente passo a passo. Mas, é claro, mais à frente, também vamos apontar os possíveis riscos e o que dizem os especialistas sobre essa técnica, para você ficar bem informada sobre o assunto antes de fazer qualquer teste, ok? Continue a leitura!

Veja também:

Como clarear a vagina? 5 dicas infalíveis para melhorar a aparência da região íntima!

Como fazer? Aprenda passo a passo

Ficou curiosa para saber como fazer a depilação com pasta de dente passo a passo? Então, chegou a hora de aprender como ela é feita! Podemos adiantar que você não vai precisar gastar muito dinheiro e nem tempo para testar essa novidade. A seguir, vamos ensinar duas receitas fáceis:

Receita 1:

Ingredientes:

  • 1 colher (chá) de pasta de dente;
  • 2 colheres (chá) de sabonete ou creme de limpeza para o rosto.

Como fazer:

Em um recipiente, coloque os dois ingredientes e misture bem. Em seguida, aplique sobre a área que deseja depilar. Espere, pelo menos, 20 minutos até a mistura secar na pele e retire-a com a ajuda de uma navalha ou lâmina de barbear, de maneira suave, para não machucar. Enxague normalmente com água em seguida.

Receita 2:

Ingredientes:

  • 1 colher (sopa) de pasta de dente;
  • 1 colher (sopa) de açúcar;
  • 1 colher (sopa) de suco de limão.

Como fazer:

Em um recipiente limpo e seco, coloque todos os ingredientes e misture-os bem, até obter uma espécie de pasta homogênea. Feito isso, aplique a mistura sobre a área que deseja depilar. Massageie bem o local, por alguns minutos, enquanto espera a pasta secar.

A massagem deve ser feita seguindo a direção oposta ao crescimento dos pelos para fazer efeito. Passado o tempo de pausa, enxague a região normalmente com água e sabão, finalizando com uma secagem com a toalha, que deve ser feita de maneira delicada e suave.

Quais são os riscos?

De acordo com dermatologistas, apesar de ter agradado muitas vaidosas, o método de depilação com pasta de dente é bastante perigoso.

Isso porque o produto contém entre os seus ingredientes agentes superirritantes para a nossa pele, que podem causar dermatites de contato por irritação primária ou, pior que isso, queimaduras químicas, o que vai depender do grau de sensibilidade da pele de cada mulher, além de manchas ou outras reações alérgicas.

Por isso, é preciso ter muito cuidado ao se arriscar nessa técnica. Para evitar problemas futuros, o ideal é testar as receitas que nós ensinamos anteriormente antes de iniciar a depilação de qualquer área do corpo.

Ainda, vale ressaltar que, para quem for depilar a região íntima, o cuidado é redobrado, uma vez que a nossa área genital é bastante sensível. Desta forma, você evita alterações na flora vaginal que possam levar ao desenvolvimento de doenças por bactérias ou fungos.

Veja também:

Hidratação caseira para o rosto: veja 11 receitas para apostar e ter uma pele de bebê!

Depilação feminina em casa: teste outros métodos

Como você leu, a depilação com pasta de dente pode trazer alguns ricos à saúde e beleza da pele. Por isso, tem gente que prefere não arriscar! Para estes casos, a boa notícia é que existem outras formas de fazer a depilação em casa, que não utilizam a lâmina (que muitas mulheres acreditam que escure as regiões depiladas), sem prejudicar tanto a sua derma. Veja alguns das mais comuns:

Cremes depilatórios

Para as vaidosas que fogem das terríveis dores da depilação, é possível recorrer aos cremes depilatórios para remover os incômodos pelos da pele. Geralmente, esses produtos ficam até 5 minutos agindo sobre a área a ser depilada e, em seguida, podem ser removidos com água.

Vale lembrar que, assim como qualquer outro cosmético, é preciso fazer um teste na pele antes, para verificar se você possui alguma intolerância a algum dos componentes presentes na composição dos cremes. As desvantagens aqui é que os pelos podem voltar a crescer rapidamente depois e, ainda, algumas mulheres também relatam vermelhidão após o uso dos produtos.

Cera quente

A depilação com cera quente é um dos métodos mais recomendados, uma vez que é menos agressiva e, ainda, faz com que os pelos demorem mais a crescer. Essas vantagens se dão por conta da capacidade da cera de dilatar os poros e, portanto, facilitar a remoção dos pelos, resultando em uma pele depilada bem mais lisinha.

Porém, como cada corpo reage de maneiras diferentes a um mesmo produto, os intervalos da depilação com cera quente devem variar de mulher para mulher. Segundo relatos de quem é adepta à essa técnica, é possível ficar até 30 dias sem precisar fazer a reaplicação do produto. Outra vantagem desta forma de depilação é que existem ceras especiais para cada tipo de pele, o que evita problemas futuros.

E aí? Deu para aprender tudo sobre a depilação com pasta de dente? Gostou da novidade? Então, compartilhe esse artigo com as suas amigas!

Até a próxima!

Deixe seu comentário!